quinta-feira, 31 de março de 2016

Divagações de um dia de Inverno




Estou cansada de Inverno.
Sonho com tempo ameno, roupas leves, mar tranquilo.
Sentar-me em relva verdejante.
Aborrecem-me
dias cinzentos; tardes frias.
Passeios no parque com pressa ou medo de chover.
Caminho nas palavras. Ou por entre elas.
Sonho-me. No azul da tarde.
Sempre.
Divago na sombra da partida.
Vou. Volto?
heart emoticon

"Devagar no jardim a noite poisa
E o bailado dos seus passos
Liberta a minha alma dos seus laços,
Como se de novo fosse criada cada coisa."
Sophia de Mello Breyner Andresen, 
in "Dia do Mar"


1 comentário:

Graça Pires disse...

Excelente este diálogo com a poesia da Sophia.
Um beijo, minha Amiga.