quinta-feira, 1 de julho de 2010

Fácil


Pintura de autor desconhecido


É tão fácil acreditar e desacreditar.
É tão fácil aceitarmos a alegria e
tão difícil aceitarmos a perda,
seja ela qual for.

Sonhamos a liberdade,
até a de pensarmos que
temos liberdade de sonhar e sermos livres.
Mas seremos afinal livres?


Sonhar é fácil.
Como voar…

Voamos na aragem do tempo,
na utopia que tudo permite e
nos oferece o acontecer.

É livre o pensamento,
é livre o amor que povoa os corações,
é livre a música que compõe a melodia,
é livre o mar que de onda em onda nos vem banhar,
é livre o olhar que nas cores do mundo se quer encantar.

Sorrimos à liberdade da Vida.
Desejamos ser pássaro e voar
por entre as nuvens, alcançar o firmamento,
transformando-nos num ponto visível do cosmos,
onde tudo pode acontecer.
Há dois tempos de vida eternos.

Nascemos e morremos
sem querermos.
Esta é a verdadeira
Liberdade do Universo.


Tudo o resto é o que conquistamos
por acréscimo.

4 comentários:

Ana Sofia disse...

Cheguei aqui por um comentario que voçê fez na Marisa e amei seu blog e sua escrita e musica que está tocando.
Nem apetece a gente sair de cá. Um coração doce é o seu que toca fundo na gente.
beijão amiga
Sofi

Ana Oliveira disse...

"Nascemos e morremos sem querermos"...

...e depois vivemos como queremos e com isso a liberdade do Universo é conivente!

Bonito este texto

Um beijo

Nilson Barcelli disse...

Um excelente texto, querida amiga.
A liberdade é inquestionável (ou devia ser...).
Beijos.

Carlos Ferreira disse...

"É tão fácil acreditar e desacreditar"

Uma simples frase onde se condensa todo um mundo de emoções e sentimentos, de ilusões e desilusões.
Diria que a Vida se escreve com aquelas seis palavras.

Carlos Ferreira