terça-feira, 28 de abril de 2009

Há palavras...

Há palavras que nos beijam, como dizia O’Neill no seu poema de promessas, que nos transportam para lá de todo o sentido.

Há palavras que doem mais que setas atiradas sem imaginarem que alvos possam atingir.

Há palavras que trazem um pó mágico de alegria que se dão sem perguntarem para que são nascidas.

E há palavras que não são palavras, porque nada dizem, nada trazem e delas nada fica.

Frias, calculistas, intrusas de significados que se balançam de um lado para o outro, mascaradas de verdades mas que delas nada se retira, a não ser a poalha da estrada que o vento leva por outro caminho.

Não sei lidar com estas palavras, como não sei lidar com a frieza delas, com o medo do seu alcance, com a destruição dos pensamentos que cada palavra alberga em si…


Pintura de Javier Azurdia


Nada sei dizer
da palavra
disputada
apodrecida
veloz
como espada espetada
no coração.

Palavras que o vento não leva.

Arrastam-se como estigma de frieza
mascaradas como verdades absolutas
nuas, dissimuladas
no perpétuo movimento
ousado, transcrito
onde permanecerão.

12 comentários:

A.S. disse...

MM

Até as próprias palavras inquietas, hesitam entre o silêncio e a fúria!...


Beijos...

Anónimo disse...

Há palavras que dizem tudo E tu acabaste de as dizer.
Beijo
J.A

Constança Lucas disse...

os corações atormentados ouvem sons diferentes nas mesmas palavras

abraços cordiais

Maria Clarinda disse...

E é assim...sinto o que sentes, sei como certas palavras estão cobertas de tudo o que dizes....
Lindo este teu post, que tanto gostei, pois identifico-me co tudo.
Jhs muitos

Delfim Peixoto disse...

Há palavras que nadda dizem e outras, como estas tuas que tanto dizem... assim... nuas, puras!
Bj

MARIA disse...

Muito obrigada pela sua visita e pelo comentário simpático que deixou no meu blog.
Encantada por conhecer este seu espaço que visitarei mais vezes, levo palavras de sonho, encantamento e poesia e deixo uma palavrinha amiga.
Muito obrigado.

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

O O’Neill sabia muito...

;)

beijinhos

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes da minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00. Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos. Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Dagarman disse...

Uma palavra pode matar e pode salvar, pode amar e pode odiar...

Laudi Biten disse...

Olá!

Grata pelo comentário que deixou no meu blog.

Quantas palavras lindas no seu blog.

Abraços, Laudi

Jorge Manuel disse...

É também por isto mesmo que nós, teus amigos, tanto gostamos de ti...

Abraço
J.M.

ZezinhoMota disse...

Bonita escolha, como tudo que aqui apresentas.

Tens um cantinho muito inspirador!

Feliz 2011 e que a tua felicidade te abrace a todo o momento.

ZezinhoMota

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com