segunda-feira, 5 de março de 2007

Distância...

O poema que vos apresento foi deixado anonimamente num comentário.
Resolvi partilhá-lo…

Óleo de Nydia Lozano


Saber que a distância é só um detalhe,
Que de alguma forma tu estás comigo
E que até meus sonhos podem ser verdade.

Encanta-me imaginar-me tua,
Fechar os olhos e sentir-me nos teus braços,
Todas as noites me banhar de lua
E aquecer-me com os teus abraços.

Encanta-me saber que existes,
Que o amor também te aconteceu.
E que agora já não sou tão triste
Porque não é amor somente meu.

Mesmo distantes e sendo apenas sonho,
Quero vivê-lo, não importa quanto!
Nos braços desse sonho eu me abandono
Para gritar ao mundo que apenas amo.



Poema de Isabelle Mara

26 comentários:

APC disse...

Aconteceu-me hoje (que culpa tenho?!) gostar ainda mais da imagem do que das palavras, ainda que.
Um beijinho para ti.

Uma vida... disse...

Simples e bonito! Beijos

wind disse...

Belíssimo!:)
beijos

Conceição Bernardino disse...

Olá,

Povo

Ò povo que trais sem saber
O corpo que cansada da luta não
Pode ver

Ò néscio que não tiveste
Quem a ti te ensinasse
A andar.

Ò triste que caminhas com os
Pés dos outros,
Sem saber no que estás a pisar!

Poema da autoria de LILIANA BARRETO do LIVRO POISEIS II

Desejo-te uma bela semana, na companhia deste belo poema que encantou os sentidos.

Beijinhos ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Margarida V disse...

muito obrigado pela tua visita ao meu blog e pelas tuas palavras, passa sempre. temos sempre um cházinho e scones. :)

Adryka disse...

Olá amiga o poema é belo e se te foi dedicado os meus parabéns, por mereceres tais palavras. Beijinhos

Luis Eme disse...

O teu espaço é mesmo um belo refúgio...

Mereces este e muitos outros poemas...

Isa&Luis disse...

Olá,

Belo poema, linda imagem, uma tela perfeita!

Beijinhos

Isa

DE-PROPOSITO disse...

'E que até meus sonhos podem ser verdade'
.................
Que bom, se os sonhos bons pudessem ser 'verdades'. Mas os sonhos estão relacionados com a fantasia, e é isso, são sonhos, apenas sonhos.
fica bem.
Felicidades.
Manuel

un dress disse...

dos sonhos: sonhá-los e fazê-los palavras

de sonho...

vim espreitar também sou deste lugar da lenda...

Isabel José António disse...

Cara Amiga Rosa Brava,

Adorei a sua visita na nossa casa.

Como resposta ao belo poema que postou, respondo-lhe com outro poema, pode ser?

Amar é apenas dar o que se é
Saber do outro sua vibração
Sentir que se é Uno e até
Acolhê-lo em nosso coração

Sabê-lo de cor e todos os dias
Descobrir algo de novo e ficar
Extasiado com as sua alegrias
Pois tal é a arte de se amar

É sentir que se nos damos
Seguidamente também recebemos
E para onde quer que vamos
É aí, em nós, que percebemos

Parabéns pelo bom gosto e um abraço.

Volte sempre.

Um abraço

José António

TINTA PERMANENTE disse...

Bonito poema que, confesso, tem uma moldura que o favorece! O blog está todo ele esteticamente poético e suave como a anunciada Primavera!...
Abraços!

António Silva disse...

Cara amiga é reconfortante o teu empenho e dedicação a tão nobre arte. Tudo está devidamente conjugado, aliás como é seu apanágio.
Um abraço e até breve.

Falar da Vida
é sempre algo de belo
como sugar um simples caramelo
pois a luta é o nosso guia.

Acordar e sonhar
transforma o nosso pensar
cultiva o nosso caminhar
para que possamos criar.

Acreditar é algo fabuloso
porque as capacidades são evidentes
continuamos cada vez mais independentes
porque o futuro surge auspicioso.

Somos apenas e só humanos
pois a nossa condição é limitada
a nossa acção é condicionada
porque por vezes baixamos os braços e entristecemos.

Faz parte de nós crescer
amadurecer
sentir e conhecer
para ponderar e responder.

caminhante disse...

Bonito!
Obrigada pela visita!

rotten_apple disse...

Este blogue é tão cheio de bom gosto! :)


(andas zangada comigo, ai andas andas..)



Beijinho.

rotten_apple disse...

Porque nunca mais passaste pelo meu blogue. :D

Ainda bem que está tudo bem! :D




Beijinhos.

herético disse...

"Saber que a distância é só um detalhe,
Que de alguma forma tu estás comigo

E que até meus sonhos podem ser verdade..."

Tão verdadeiro. e tão sentido...

beijos

filipelamas disse...

Que belas surpresas encontramos nos comentários dos blogs!
Parabéns pelo elevado nível de qualidade de toda esta estrutura!

Manel do Montado disse...

Grato pela partilha e sempre surpreendido pela generosidade e despreendimento do gesto.
Bj

Maria Clarinda disse...

Mais uma das tuas partilhas maravilhosas. Jhs.

JN disse...

Confesso que este é um dos teus blog's que prefiro.Uma serenidade desprende-se dele e reservo-o para o último das minhas visitas, porque sinto que o resto do dia me vai correr bem. Belo presente recebeste. Mas a minha admiração vai para a beleza da imagem. Sensibilidade e bom gosto são as características que mais aprecio e tu sem duvida, tem-las.
Cpmtos do JN

Petitegouttedeau disse...

Gostei muito do poema...
Amor, saudade e distância...
Sentimentos soltos e mesmo assim presos...
Parabéns...
Continua*

A.S. disse...

Um lindo poema! Foi escrito com a alma e transposto para este "refúgio" com a tua enorme sensibilidade...


Um abraço!

MARIA VALADAS disse...

O poema tão doce...e que dedicado a ti... e na tua infinita generosidade o partilhas connosco... só revelas, o que todos sabemos:
GRANDE CORAÇÂO de Mulher Menina!

Beijos da

Maria

maresia_mar disse...

Olá
que poema belissimo. amei...
O trabalho e depois um problema informático não me têm deixado visitar os amigos.. deixo-te um grande beijo

lena disse...

Rosa, doce menina, vim reler-te, pois já o tinha lido e com uma certeza de o ter comentado, parece-me que fiz mal em algum passo e o comentário acabou por não ter entrado e eu não reparei

as distâncias muito bem definidas, serão um detalhe e neste poema cheio de sentires onde o sentimento sobressaí, tem uma entrega muito bela

dedicado a ti, que também és sensível e depois lê-lo por ti partilhado, foi um excelente momento

li e reli e encantei-me


abraço-te como sempre com muito carinho

beijinhos muitos

lena