quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

Um caminho de palavras...

Pintura de Susan Rios

Sem dizer fogo – vou para ele. Sem enunciar as pedras, sei que as piso – duramente, são pedras e não são ervas. O vento é fresco: sei que é vento, mas sabe-me a fresco ao mesmo tempo que a vento. Tudo o que eu sei, já lá está, mas não estão os meus passos e os meus braços. Por isso caminho, caminho porque há um intervalo entre tudo e eu, e nesse intervalo, caminho e descubro o meu caminho.
Mas entre mim e os meus passos há um intervalo também: então invento os meus passos e o meu próprio caminho. E com as palavras de vento e de pedra, invento o vento e as pedras, caminho um caminho de palavras.
Caminho um caminho de palavras
(porque me deram o sol)
e por esse caminho me ligo ao sol
e pelo sol me ligo a mim

E porque a noite não tem limites
alargo o dia e faço-me dia
e faço-me sol porque o sol existe

Mas a noite existe
e a palavra sabe-o.


António Ramos Rosa 
in ,"De Sobre o Rosto da Terra" - (1961)

26 comentários:

João Moutinho disse...

Vale sempre a pena passar por este blog. A sua beleza é contagiante.

Anónimo disse...

...admiro a tua capacidade de criação de Blogs e tds com muita qualidade. Eu já me vejo 'aflita' com um só :-)

Outro (terceiro) beijito
;-)

DE-PROPOSITO disse...

'Por isso caminho '.....' e descubro o meu caminho.
Na vida existe muita complexidade, e facto de seguirmos um caminho, de percorrermos um caminho, não significa que seja o nosso caminho. Por vezes caminhamos, caminhamos e o caminho andado nunca será o nosso.
Fica bem.
Manuel

Olga disse...

Gosto muito deste poema.
Também já o escrevi no meu blog há um tempo!

http://sentircomaspalavras.blogspot.com/2006/11/um-caminho-de-palavras.html

Bom trabalho.

Anónimo disse...

Passei por aqui para encontrar um pouco de paz e alegria... Obrigado pelo poema e o "oleo" que são muito bonitos.

Aproveito para desejar-te uma noite muita feliz

Do amigo, "montanheiro"

Anónimo disse...

Bom dia, gostava de te pedir para me enviares um email, tenho novidades bjs sofialisboa

Anónimo disse...

Uma perola de palavras!
É didicil te comentar no meio de tanta beleza
Parabéns por tudo isto que nos ofereces
Beijão em vc

Anónimo disse...

È sempre um prazer passar por este jardim. Há sempre uma flor para colher.
bjs

O Sibarita disse...

Olá! O poema e o quadro é de uma fineza contagiante... Tudo combina!

abraços,
O Sibarita

Anónimo disse...

Maravilhoso Refúgio!
Adorei os poemas e as fotos.
Vou colocar o teu link no meu blog, espero que não te importes.
Beijinhos!

Anónimo disse...

Uma escolha perfeita. Um dos mais belos textos poéticos de Ramos Rosa e uma imagem que por ela só já é a expressão do poema!
Cpmtos do J.N.

Daniel Aladiah disse...

Festas felizes, Menina
Um beijo
Daniel

Maria Carvalho disse...

Magníficas estas palavras no meu caminho!! Beijos.

maresia_mar disse...

Só uma pessoa com interior muito rico, tem capacidade para escolher as coisas que se escreve, como tu o fazes!

Aproveito para desejar que este ano o Natal aconteça no teu coração. feliz Natal.
Entre o Natal e o Ano Novo vou ter umas mini férias por isso desjo que 2007 te traga amor, harmonia e muitos sorrisos. Beijos

Anónimo disse...

António Ramos Rosa. Gosto tanto.
Beijinhos


Bom Natal e um Ano Novo cheio de coisas maravilhosas para ti e para os teus..

Anónimo disse...

Encontrei uma "Rosa Brava" no meu blog - "quem será ?...
E "Rosa Brava... heterónimo de
Menina Marota", como é dito na apresentação da autora, me trouxe aqui pela primeira vez.
Bonito poema de António Ramos Rosa, assim como a Pintura de Susan Rios.
Adorei !
Um Abraço.

Anónimo disse...

:| És a Menina Marota e eu nem reparei. Desculpa. Sou a Joana do Cabeça na Lua, do Sanguinis Lunae e do recente No País das Macieiras, como já constatas-te.
********

Anónimo disse...

Olá Menina,

...mas existe a noite, e a palavra sabe-o... belas palavras de Ramos Rosa.
E porque existem rosas lindissimas neste cantinho, volto sempre, e fico maravilhada.
Desejo-te um Santo Natal, e que 2007 seja muito melhor em paz,e luz que nos encha a alma.

Um beijo
{{coral}}

Unknown disse...

Deejo-te um Natal cheio de brilho e doces afectos.

BEijo

Peter disse...

BOAS FESTAS

Um Bom Natal e um Bom (huuummm ...?) 2007

Anónimo disse...

desejo um santo e feliz natal
bjs

Anónimo disse...

Não consigo disfarçar a timidez.
Um Enorme Feliz Natal para ti.

Anónimo disse...

Minha querida e linda amiga: não tenho vindo ler-te e acabo por perder esta magia contagiante que aqui partilhas; encanto-me sempre com as tuas escolhas e a musica maravilhosa que aqui colocas.
Deixo-te um beijo pelas horas plenas de encanto que me dás nas tuas páginas e o desejo sincero e absoluto que tenhas Um Natal cheio de tudo de bom, na companhia dos teus familiares e amigos
Aaron

Antonio stein disse...

Saudades de visitar este cantinho.

BOAS FESTAS e,
tudo de BOM

Beijinho
António

ps.
li,ouvi e gostei.PArabéns!

DE-PROPOSITO disse...

FELIZ NATAL e Bom Ano novo 2007.
Felicidades.
Manuel

Amita disse...

Que um suave aroma espalhe alegria e ternura neste Natal.
Que 2007 te traga muito amor, Paz e doces sorrisos.
Um bjinho grande