quarta-feira, 22 de abril de 2009

Onde...


Pintura de Carol Gartzman Gooberman



Onde a poesia se exibe como um espectáculo espectacular
não é poesia
onde a audácia do poema não é única
não é poesia
onde a poesia não é inocência de natureza fluvial
não é poesia
onde a poesia não é escandalosamente pura
não é poesia
onde a poesia não é filha do deserto nem da sede
não é poesia
onde a poesia não é presença viva que nasce da solidão e da ausência
não é poesia
onde a poesia não se oferece no seu abandono
não é poesia
onde a poesia não é poesia
não é poesia

(António Ramos Rosa
in "O Sol é Todo o Espaço")

10 comentários:

Paula Raposo disse...

Toda a razão para o António Ramos Rosa!! Beijos.

Maria Clarinda disse...

Obrigada por mais esta partilha, Menina Linda!
Jinhos mil

Å®t Øf £övë disse...

Eu gosto da poesia que ecoa nos meus ouvidos como uma autêntica melodia.
Bjs.

Jaime A. disse...

Quase um manual de iniciação à escrita...
Muito bem

Anónimo disse...

Lindo!!!!! Adoro os poemas do Ramos Rosa k bom k os partilhas porke nunca tinha lido este!!!! Já vou levra para a minha prof de literatura que tb o adora!!!

Jokas gordas da JOANA

Anónimo disse...

Fim de semana feliz

A.H.


Quem diz que Amor é falso ou enganoso,
Ligeiro, ingrato, vão desconhecido,
Sem falta lhe terá bem merecido
Que lhe seja cruel ou rigoroso.

Amor é brando, é doce, e é piedoso.
Quem o contrário diz não seja crido;
Seja por cego e apaixonado tido,
E aos homens, e inda aos Deuses, odioso.

Se males faz Amor em mim se vêem;
Em mim mostrando todo o seu rigor,
Ao mundo quis mostrar quanto podia.

Mas todas suas iras são de Amor;
Todos os seus males são um bem,
Que eu por todo outro bem não trocaria.

Luís de Camões

poematar disse...

Obrigado pela participação. Foste muito gentil e esperta. Boas escolhas as do teu espaço. Um beijo.

poematar disse...

Desculpa, não assinei.

Laudi Biten disse...

Olá!

Sou uma amante da poesia!

Ver e participar de comentários do seu blog é muito bom.

Parabéns!

Laudi

Graça Pires disse...

Ramos Rosa para ler sempre. Obrigada MM.