sábado, 3 de fevereiro de 2007

Sonho de uma Noite de Inverno...

Não há histórias de amor, sem dramas ocultos, dizia-me na sua voz doce minha Avó…

Imagem de Claude Théberge


Acordei sobressaltada, num cenário surreal, com o estrondo atrás de mim… personagens saídas de uma peça de Shakespeare, volteavam em meu redor…num panorama teatral, alheios à minha presença.
Enquanto “Flor-de-ervilha” coça a cabeça de “Bottom”, os “Elfos” percorrem o bosque perfumado… e ao longe, surgindo do nada, vejo uma sombra que me sorri, estendendo-me a mão. Mas…eu não a alcanço.
Oberon” e “Robim” discutem…e a figura começa a delinear-se… mas agora com um sorriso triste, por a não ter reconhecido…
À minha volta os diálogos continuam, como um sonho…"Oberon" e "Titânia" valseiam em palavras incompreensíveis… um vulto atravessa o denso nevoeiro e num gesto rápido empurra a figura que se começa a desvanecer ao meu olhar.
Oh dor profunda, uma lágrima incontida rasga a pele do meu rosto, enquanto a figura luta para se libertar e perceber o que lhe está a acontecer, enquanto a sua Voz eleva-se, para que eu a ouça…
Mas as personagens, como num sonho, abafam sua voz, tornando-a inaudível; mais que ao meu ouvido, uma voz chega-me ao coração, um dos novos personagens eleva o tom e virado para mim, faz esta alocução:

"Teseu" — "Tanto mais generosos haveremos de ser, quando por nada os aplaudirmos. Prazer nos causarão seus próprios erros. Quando o pobre dever nada consegue, busca o nobre respeito unicamente a intenção, não o mérito. A minha vinda, sábios eminentes determinaram me saudar com longos discursos estudados. Tive o ensejo de os ver tartamudear e ficar pálidos, interromper uma sentença em meio, o nervoso afogar-lhes a palavra já tão exercitada, até que mudos se tornaram, sem dar-me as boas-vindas. Podeis crer-me, querida: do silêncio tirei a saudação, e li na própria modéstia da lealdade temerosa mais do que falar pode a língua fácil e a eloquência audaciosa e petulante. Fala mais o dever, com língua atada, muito mais, quando é mudo e não diz nada." (Citação)

Repentinamente tudo se evapora à minha volta: O séquito de "Oberon" e "Titânia", de "Teseu" e "Hipólita"… e o bosque transforma-se na minha praia favorita, onde uma chuva miudinha não impede o abraço que recebo... de quem? Da figura dos meus sonhos…enquanto como num filme animado ouço uma voz dizer…

Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem garanta que nem todas,
só as de verão.
No fundo isso não tem importância.
O que interessa mesmo
não são as noites em si,
são os sonhos.
Sonhos que o homem sonha sempre.
Em todos os lugares,
em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado.
(Shakespeare)

Mas… que sonho é este? Onde estou?
De repente, um frio percorre-me e completamente aninhada no meu cadeirão preferido, acordo deste sonho, ou terá sido mesmo um pesadelo?
Cai-me do livro um pequeno postal e, quando o apanho para o colocar de novo a marcar a página que não li, reparo naquilo que lá está escrito:

Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente
como nós, e que embora distante, está perto
em espírito, eis o que faz da Terra um
jardim habitado.
(Goethe)

25 comentários:

Isabel Magalhães disse...

"O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos!"



E o que seria de nós sem somhos? :)




Excelente música.
Fica um beijo agradecido.
I.

Anónimo disse...

Excelente! Um texto tão envolvente como o é William Shakespeare!!
Nota 20!!
AC
Abel_Caetano@hotmail.com

Não entro da forma habitual, tive que entrar como anónimo(?!)

MARIA VALADAS disse...

As palavras da tua avó...ditas agora por ti...fizeram-me chorar....

Tão secreta verdade!

O texto está de uma belesa impar...só tu minha querida " ROSA"...com a tua sensibilidade o poderias escrever!

Bom domingo e
Beijinhos da
:) Maria Valadas

Peter disse...

Muito interessante o artigo que escreveste, bem representativo da tua sensibilidade, inteligência e cultura.
Gostei em especial da citação de Goethe.

Que tenhas um bom Domingo.

António Melenas disse...

Excelente escolhja de textos de índole onírica para introduzires um belo poema sobre os teus próprios sonhos.
Um beijo

João Cordeiro disse...

Olá,
Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu apoio e solidariedade
Soberbo... continua…
Meu blog:
http://www.sonhadoremfulltime.blogspot.com/

Conceição Bernardino disse...

Olá,
Sinto que a amizade vai nascendo,
Cada palavra que me oferece é uma dádiva de inspiração, podemos sentir de maneira diferente, ainda bem mas como sabe bem sermos lidos e comentados por alguém.
É isso que faz a grande diferença sermos unos perante tanta subtileza.
Beijinhos
Obrigada
ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

marta disse...

Não concebo viver sem sonhar.

henrique doria disse...

É sempre bom cheirar o perfume de uma Rosa Brava. Beijos, Rosa.

Paula Raposo disse...

Gostei de te ler. Beijos.

Anónimo disse...

E a tua Avó tinha (tem) razão...

Deixei-me envolver nos teus sonhos... e sonhei.

És uma verdadeira poeta, não só pelo que escreves... mas sobretudo por aquilo que nos transmites.

Gostaria de realçar o Goethe, e desejar-te uma noite tranquila!!!

Um beijo do "Montanheiro"

Isabel-F. disse...

Escreves tão bem...
adorei o teu texto...

adoro este poema
"...
O que interessa mesmo
não são as noites em si,
são os sonhos.
..."

Beijo

amitaf324 disse...

Belíssimo texto repleto de sentimentos que intensamente transmites nas palavras, como belíssima é a citação de Goethe com que nos brindas.
Este é um texto encantado.
Um bjinho grande.

PS: Não sei o motivo porque aparece o amitaf324, uma vez que entrei pelo amita II. Coisas da net ou dos blogs a que sou completamente alheia.Jinhos

Alba disse...

Uma magnífica reverie! Encantamentos e mistérios. Como nos sonhos. Como na vida...

Vera disse...

Os sonhos têm o poder de nos transportar para outra vida!
Lindo o teu texto!

Beijinhos

maresia_mar disse...

Olá
sonhar dá de facto mais encanto à nossa vida.. o teu post é espectacular.. Bjhs e bom resto de semana

António disse...

Minha querida amiga!
Uma ideia genial para entrares no mundo do teatro e no de Shakespeare tendo-o conseguido plenamente com um excelente texto.
A citação do mestre, seguramente retirada de "Sonhos de uma noite de verão", é lindíssima.

Obrigado pela visita no dia do 2º aniversário do meu refúgio literário.
E...eu poeta não sou!
(O Bocage dizia: Já poeta não sou! - estou certo, não estou? - isto digo eu e não o Bocage)

Beijinhos

AS disse...

Minha querida Amiga... á tão ténue a linha que separa o sonho de um pesadelo!
Mas este teu texto demonstra com particular talento que é apenas no sonho que que se encontram os nossos desejos mais profundos!


Um abraço!

Isabel-F. disse...

Bom fim de semana para ti

Beijinhos

Passeando no Parque disse...

O Parque está fechado mas eu ainda vou andando por aqui- quem sabe voltarei um dia destes. As expectativas disso estão a me animar. Eu costumo dizer: “Trazer muitas expectativas na mente é como trazer um frasco de veneno disponível para ser tomado na primeira frustração”, ambos refletiram, aliados àqueles que tanto gostavam deles… A vida é bela, mas nunca será perfeita… Pois não existe a menor chance de acabarmos com todas as coisas que nos incomodam.
E o presente toca o meu coração e eu quero ser feliz.
Tudo isto pra dizer a vc que estou de volta. Não ainda ao Parque Más aqueles que foram importantes para mim
Tou de volta e esperando agora ficar.

Muito belo o seu sonho, porque havendo pesadelos nada pode ser belo, ou seja h+a um retorno na beleza que inquieta e nos tira a calma. Mas seu sonho é demasiado belo, com figuras todas muito belas, que não perecem nunca.
Um abração em vc

Jofre Alves disse...

O prazer em visitar este blogue, onde a estética está associada a um esxcelnte texto, que apreciei. Bom fim-de-semana.

belakbrilha disse...

...e como é bom sonhar!!!

Se o sonho acaba...para que serve a vida?

Daniel Aladiah disse...

Querida Menina
Fizeste um sonho de letras, muito bonito.
Um beijo
Daniel

EU.CÁ.VOO.CAMINHANDO disse...

Isto, por aqui, continua Tudo muito Bem.A prosseguir e parabéns.

maresia_mar disse...

Belissimo texto!
na minha visita apressadinha não posso deixar de te desejar um feliz dia de S. Valentim.. que o amor te invada a alma... Bjhs