sábado, 14 de abril de 2007

Amizade...

A imagem e o poema que vos apresento foram recebidos por email.
Resolvi partilhá-los…

 
Penso em ti: sinto em mim a nostalgia
desse abraço que fica tão distante
e, mesmo assim, nos liga dia-a-dia
e nos aproxima a todo o instante.

Penso em ti: sinto em mim essa tremura
que se espalha ao longo dos meus braços
e te envolve comigo na ternura
com que te aperto a mim, em mil abraços.

Penso em ti: e respiro bem melhor
por saber que te tenho ao meu lado
e que o ar que respiro é o calor
da aragem da amizade em duplicado.

Penso em ti: e pensar é já viver
contigo residindo no meu peito
aprendendo, afinal, a conviver
contigo, tal qual és, desse teu jeito.

E sinto que afinal valeu a pena
sentir como tu sentes a vontade
de viver assim, de forma plena,
este sabor intenso da Amizade.

(
Fernando Peixoto in "Penso em Ti")

7 comentários:

Paula Raposo disse...

Um poema cheio de doçura.

Maria Clarinda disse...

Mais uma maravilha de Partilha.
Um beijo grande!

o alquimista disse...

Na noite tudo se perde nos labirintos do silêncio...mas é na noite que acontece a magia, a dança da paixão da eterna maresia...

Mágica noite


Doce beijo

Passo disse...

belo pensamento esse :) .. ainda bem q ha kem pense para fora e em voz bem alta :)

marta disse...

Lindo!

Ainda bem que tens pessoas que te enviam mails tão lindos.

Anónimo disse...

As minhas flores açorianas respladecem quando és tu que lhes pegas ....

b

Peter disse...

A "amizade" é um bem cada vez mais raro, tantas vezes preterido pelo "amor".
Nada de mais errado, porquanto a mesma é uma componente dele, amor, necessária, mas não suficiente.
Ela existe por si só e quem viveu situações de risco de vida sabe dar-lhe o devido valor.